Atendimento
(11) 2359-0684

Suporte
(11) 2368-0710

Ícone do Menu
Busca orgânica: o que é e como identificá-la no Google?

Em 2017, o número de pesquisas realizadas no Google se mostrou impressionante: foram feitas 40 mil buscas por minuto, totalizando 3,5 milhões de resultados apresentados em apenas um dia e 2 trilhões a cada ano. O estudos foram divulgados pelo Internet Live Stats e pelo Android Police.

Dado esses números, podemos nos perguntar: como, em tão pouco tempo, o Google consegue classificar quais são os melhores resultados a serem entregues para determinada pesquisa?

Se considerarmos, ainda, que existem mais de 1 bilhão de sites na internet, a questão pode se tornar ainda mais confusa. Porém, antes de mais nada, temos que ter em mente que o Google separa os resultados em duas partes. Primeiro, aparecem os links de anúncios pagam através do Google Adwords; posteriormente, são exibidos os sites ranqueados de maneira orgânica.

O que é busca orgânica?

Basicamente, chamamos de busca orgânica todas as pesquisas realizadas através dos principais buscadores, como o Google, em que os resultados não são anúncios pagos.

Em 1,8 segundos, os algoritmos da search engines do Google utilizam mais de 200 fatores para considerar um site relevante para o conjunto de palavras-chave utilizado pelo usuário no momento da pesquisa.

A importância da busca orgânica

O Google é utilizado para realizar pesquisas diversas, que podem variar entre buscas comerciais (onde há o objetivo de encontrar um serviço ou produto) e buscas não-comerciais (relacionadas à notícias, esportes, lazer, entre outros).

O mais importante, contudo, é saber que 93% do tráfego da internet provém do Google e que os internautas, no geral, preferem os links que são selecionados de maneira orgânica aos anúncios.

Portanto, se você tem uma empresa e quer destacá-la, é imprescindível estar na primeira página de resultados do buscador, principalmente através de palavras-chave que estejam relacionadas ao seu negócio.

O papel da palavra-chave na pesquisa

As palavras-chave são a forma com que os usuários transmitem as suas dúvidas para o Google, a fim de encontrar respostas para os seus problemas.

Trata-se de termos que podem ter uma ou mais palavras e que se tornaram, também, parte fundamental de qualquer trabalho em marketing digital, afinal, elas são as pesquisas propriamente ditas.

Com o passar do tempo e da percepção da internet como meio de divulgação de serviços, as palavras-chave, além de serem utilizadas pelos internautas, passaram a ter um papel duplo e servir também para atender a demanda de empresas, que as empregam para demonstrar que possuem as respostas certas para a busca realizada posteriormente.

Há uma grande concentração de pesquisas no Google, como já foi abordado anteriormente. Por essa razão, em qualquer projeto de marketing digital ou marketing de posicionamento para a internet, é necessário que as palavras-chave sejam utilizadas da maneira correta.

Se bem encaixados, esses termos podem significar total diferença para um site, que passará a estar nas primeiras páginas de resultados e ter o que chamamos de tráfego orgânico.

Isso significa que o seu site terá mais acessos oriundos do Google, sem a necessidade de pagar por anúncios e cliques.

Diferença entre anúncios pagos e resultados orgânicos

A partir do momento em que um projeto voltado ao marketing digital é iniciado, muito se questiona sobre os anúncios pagos e os resultados orgânicos.

A diferença entre os dois é clara: enquanto o link patrocinado funciona como uma espécie de leilão, em que você paga por cada clique obtido através da palavra-chave selecionada, com a busca orgânica você tem resultados mais sólidos e duradouros.

Quando tratamos de resultados por via orgânica, é possível considerar que todo o projeto envolto para conquistar relevância no Google é um verdadeiro investimento, que tende a apresentar efeitos concretos para o seu negócio.

Para ter anúncios nas primeiras páginas de pesquisas, você precisa separar um valor diário para apostar em determinadas palavras-chave. O preço desses anúncios varia de acordo com a palavra-chave e com o horário em que você deseja que o seu site esteja em evidência.

Além disso, também é importante dizer que você pode desembolsar altos valores para obter poucos cliques, visto que grande parte dos usuários não consome os conteúdos de anúncios do Google.

Por essa razão, a busca orgânica se apresenta como uma opção de melhor custo-benefício, já que faz com que o seu site esteja sempre na primeira página de resultados, sem a necessidade de pagar por acessos posteriormente.

Perfil do usuário de busca

Desde o surgimento do Google, há mais de 20 anos, muita coisa mudou. A forma com que enxergamos a internet, por exemplo, é algo que se modificou radicalmente. Antes, víamos essa nova tecnologia como um luxo. Agora, ela é uma necessidade e está presente em todos os lugares.

Podemos concluir, então, que a maneira com que as pessoas realizam as suas pesquisas também muda ao longo do tempo, não é mesmo? Isso pode ser facilmente percebido ao analisarmos indivíduos de diferentes idades utilizando essa ferramenta. Eles se comportam de modos distintos, e é por esse motivo que o buscador mais famoso entre os internautas está sempre atualizando, inovando e disponibilizando novos recursos.

Essa adaptação ao perfil de usuários é necessária para que o site sempre ofereça exatamente aquilo que as pessoas procuram. Os algoritmos de classificação de relevância, por exemplo, sempre passa por inúmeros e rigorosos testes para que a busca orgânica apresente resultados úteis, e são alterados mais de 500 vezes por ano.

Segundo dados obtidos pelo Search Engine Land, mais de 70% das pessoas ignoram completamente os anúncios pagos. Isso quer dizer que elas preferem os resultados obtidos por meio da busca orgânica, já que, aos olhos do público, eles são mais confiáveis.

Por que estar bem posicionado na busca orgânica?

Pesquisas realizadas pelo IBOPE indicam que 73% dos usuários da internet preferem clicar em um resultado de busca orgânica do que em links patrocinados.

Esses dados podem ser facilmente explicados pelo fato dos internautas acreditarem que essa busca natural é mais confiável, afinal, o seu bom posicionamento se dá por conta de um conteúdo relevante e um serviço de qualidade.

Além disso, de acordo com a mesma pesquisa, 36% das pessoas pressupõem que a empresa que aparece em primeiro lugar nas páginas do Google em uma busca orgânica é a líder do segmento em questão. Sendo assim, elas têm mais chances de serem contratadas do que aquelas que não possuem um posicionamento tão bom.

É por isso que é extremamente importante investir em técnicas e ferramentas que garantam o seu excelente ranqueamento nos buscadores orgânicos. Assim, você passa mais credibilidade para possíveis clientes, adquire maior visibilidade no universo online e melhora o fluxo de visitantes do seu site.

otimização de sites (SEO) e a sua influência nos resultados de pesquisa

A otimização de sites, conhecida simplesmente por SEO (sigla de Search Engine Optimization), é um serviço que reúne uma série de técnicas e estratégias que visam garantir o sucesso do seu negócio online ao aumentar a sua visibilidade e captar mais clientes.

Para que isso seja feito, é importante seguir diversos procedimentos e diretrizes que foram impostos pelo Google. Essa tática contribui na melhora do posicionamento de suas páginas em relação à busca orgânica na ferramenta de pesquisa mais famosa e utilizada entre os internautas.

Como esse mecanismo está em constante atualização, é importante que o método aplicado pelo SEO fique de olho nessas mudanças e ofereça um trabalho que condiz com a nova realidade que é imposta pelo Google.

É por esse motivo que, se o seu propósito é ficar bem posicionado nos resultados de pesquisa, você deve investir neste serviço. Com palavras-chave chamativas e com um conteúdo relevante e interessante, o seu site possui chances muito grandes de ser bem ranqueado nas buscas naturais e não patrocinadas.

Considerações finais

Depois da leitura deste artigo, podemos entender a importância de possuir um bom posicionamento nas pesquisas orgânicas feittqas pelo Google, não é mesmo? É por meio desses resultados, afinal, que conseguimos marcar a nossa presença no universo online e consolidar o nosso negócio, tudo isso por um custo muito baixo.

Além disso, quando comparados aos links patrocinados, os resultados naturais oferecem mais credibilidade aos internautas, e isso nos ajuda a captar novos clientes. Para alcançar resultados satisfatórios, contudo, é preciso realizar um serviço responsável.

O auxílio de especialistas na técnica SEO, por exemplo, é indispensável. Por isso, a Prime Web se coloca à sua disposição. Contamos com profissionais qualificados, o que nos assegura como a melhor opção para a sua empresa. Para mais informações, entre em contato com os nossos consultores comerciais e saiba mais sobre os nossos planos!