Atendimento
(11) 2359-0684

Suporte
(11) 2368-0710

Ícone do Menu
Google: Indexação

Quem se esforça para criar e otimizar um site tem como principal objetivo ve-lo na primeira página do Google. Contudo, para que isso aconteça, é preciso que o site passe, antes de mais nada, pelo processo de indexação feito pelo próprio Google.

Portanto, para qualquer webmaster ou demais interessados, saber o que é e como funciona a indexação é de extrema importância. E é sobre exatamente isso que trataremos neste artigo!

Indexação: o que é isso afinal? Entenda o seu significado

Indexar um site significa, basicamente, colocar as suas respectivas páginas no índice do Google.

Um site que não está no índice do buscador não irá aparecer, em hipótese alguma, nas primeiras páginas de resultados. E isso é muito óbvio, já que o Google não sabe da existência de sites que não estão catalogados em seu índice interno.

Dessa maneira, podemos dizer que a indexação talvez seja um dos principais passos do SEO, afinal, sem essa etapa, você não terá um site bem posicionado e, consequentemente, não conseguirá o tão sonhado tráfego orgânico para as suas páginas.

Como a pesquisa funciona?

De tempos em tempos, os Googlebots (os conhecidos “robôs do Google”) vasculham a internet atrás sites novos, alterações na URL de sites já existentes e sites ou links que se encontram inativos.

A partir das informações encontradas nessa varredura, os bots atualizam o índice de pesquisa, o que impacta diretamente nos resultados que encontramos no Google, de acordo com as palavras chave pesquisadas.

Nesse ponto, uma pergunta frequente deve ser: como os Googlebots conseguem fazer essa varredura, considerando que existem bilhões de sites ativos na internet?

No geral, eles sempre seguem os trajetos conhecidos, ou seja, que já foram feitos anteriormente. Isso significa que há uma preferência para checar sites que já estão presentes no índice. Por essa razão, a indexação de sites novos pode demorar algum tempo.

Há, porém, formas de tornar essa indexação por parte do Google mais fácil. Apresentar a sua URL para o buscador é um exemplo. Além disso, ter o sitemap (ou o mapa do site, em português) criado também é fundamental para que os bots tenham acesso facilmente à todas as páginas existentes dentro do site.

Etapas da inclusão no índice do Google

Etapas da inclusão no índice do Google

Para que o seu site comece a aparecer no índice do Google, três etapas são necessárias:

Rastreamento

O rastreamento realizado pelos Googlebots começa a partir da lista de URL’s que o Google tem acesso. A medida que eles visitam cada uma das URL’s selecionadas, eles identificam os links de novas páginas e a coloca na lista de verificação futura.

Os Googlebots possuem um algoritmo que possibilita que bilhões de páginas da web sejam verificadas rapidamente, portanto, se você já enviou a sua URL para o Google, criou o sitemap e já está investindo profundamente no marketing de conteúdo, há grandes chances dos bots considerarem o seu site relevante de maneira mais rápida.

Indexação

Após o rastreamento, a próxima etapa é exatamente a indexação.

Durante a indexação, os Googlebots atrelam em um enorme índice todas as informações, como palavras, presentes em todas as páginas do site.

De maneira mais simples, esse é o momento em que o Google toma ciência de todo o conteúdo presente no seu site, incluindo as tags, imagens e as heading tags e decide se eles são relevantes para serem mostrados aos usuários.

É nesse momento, também, que o buscador perceberá se o seu site está utilizando técnicas de black hat, que são plausíveis de punição e podem fazer com que as suas páginas fiquem meses ou até mesmo anos sem serem indexadas.

Exibição nos resultados de pesquisa

Quando o Google termina de realizar a indexação das páginas, ele já sabe o que é relevante ou não para ser posicionado aos internautas e qual posição nas páginas cada site merece.

Em uma média de 1,8 segundos, o algoritmo do buscador consegue mostrar os melhores resultados para os usuários, que são classificados através de 200 fatores de ranqueamento definidos anteriormente - mas que não foram divulgados totalmente para o público.

Contudo, o que sabemos é que o Google leva muito em consideração a qualidade do seu conteúdo para transmiti-lo na primeira página. Portanto, a melhor solução para quem quer estar entre os primeiros ainda é apostar na criação de artigos de qualidade, que visam responder as dúvidas dos usuários.

Quanto tempo demora para um site ser indexado no Google?

Quanto tempo demora para um site ser indexado no Google?

Não há números nem informações exatas para saber de quanto em quanto tempo o Google realiza novos rastreios.

O que se sabe, entretanto, é que é o algoritmo que decide a frequência em que um site será rastreado. Dessa maneira, essa quantidade tende a mudar de site para site.

O recomendado, então, é que você continue investindo em métodos de SEO e Marketing de Posicionamento para a Internet - que pertencem aos fatores de ranqueamento do Google - para fazer com que o seu site se mantenha relevante e tenha mais chances de ser rastreado com maior frequência.

Conclusão

A indexação é fundamental para qualquer site. Entretanto, ela não é a garantia para manter o seu site na primeira página do Google.

Para isso, é preciso contar com outras técnicas, como as de MPI, que além de assegurar que o seu site esteja devidamente indexado, também irá possibilitar que haja mais chances de um bom posicionamento por muito mais tempo.

Se você tem interesse em saber mais sobre o MPI e adotar esse estilo de projeto para o seu site, não perca a oportunidade de entrar em contato com a Prime Web!

Os nossos consultores estão completamente preparados para esclarecer todas as suas dúvidas e te mostrar todas os nossos planos de trabalhos disponíveis.

Temos variados planos, que com certeza se encaixam no seu bolso e na perspectiva da sua empresa. Contate-nos e fique por dentro de todas as novidades que oferecemos!