Atendimento:
(11) 2359-0684

Suporte:
(11) 2368-0710

Marketing de posicionamento para internet: saiba tudo sobre o MPI

Algumas empresas deixam de investir em estratégias de marketing que ajudariam a alavancar a imagem da marca, consolidar e atrair novos clientes. Isso acontece porque o marketing tradicional, com a publicação em jornais e revistas e apostas em comerciais de TV e rádio, pode gerar altos custos que não caberiam no orçamento.

Contudo, o marketing é uma das formas mais assertivas para atrair o público-alvo e deve ser explorado. É por isso que, com o advento da internet, foi criado o que chamamos de marketing de posicionamento para internet.

O que é MPI (Marketing de Posicionamento para Internet)?

A ideia de posicionamento voltado para o meio digital relaciona-se às estratégias a serem aplicadas para posicionar na primeira página de buscadores, como o Google, uma empresa, marca ou produto, conforme o segmento no qual faz parte.

Cabe dizer que o objetivo principal desse posicionamento é atingir os consumidores em potencial através da consolidação do conteúdo. Nesta etapa, cria-se uma identidade entre o que é apresentado pela empresa e aquilo que o público busca para suprir necessidades, que é o que chamamos de persona.

Após o mapeamento do seu público alvo e a criação da persona, deve-se ainda ter em mente duas coisas relacionadas à jornada de compra: ela tem início antes do desejo de consumo e não termina depois da aquisição do produto ou serviço. Desse modo, a fidelização do cliente é indispensável para assegurar o engajamento entre marca e consumidor.

Entretanto, os métodos do marketing de posicionamento não param apenas nesses passos. Todo o estudo é longo e gradativo, o que requer que a organização dos profissionais seja impecável. Assim sendo, foi elaborado os 5 pilares do Marketing de Posicionamento para Internet.

Entendendo os 5 pilares do Marketing de Posicionamento para Internet

Basicamente, os profissionais de marketing digital utilizam cinco estratégias para alavancar o nome de empresas ou marcas na internet. São elas:

  1. Criação de Sites

    Como você já deve ter percebido, é um pouco improvável imaginarmos a execução de um trabalho de MPI sem a existência de um site. A criação de uma página na web atrativa (e entenda atrativo como aquele que traz à tona a sensação de originalidade, de fácil aprendizagem, fácil navegação e bom design visual), além de aumentar o valor da marca, reforça a sua reputação perante clientes e consumidores.

    Leia aqui nosso artigo completo sobre Criação de Sites

  2. Otimização de sites (SEO)

    Sigla em inglês para Search Engine Optimization, que em português significa Otimização de Mecanismos de Pesquisa, o SEO é um pilar complementar do desenvolvimento de websites. Ainda que pareça difícil, o SEO nada mais é do que um conjunto de técnicas aplicado para tornar as páginas de um site mais harmônicas e, assim, facilitar o rastreamento dos robôs dos sites de pesquisa, como o Google.

    Esses métodos conhecidos por quem trabalha com marketing digital fazem os robôs compreenderem com maior facilidade o conteúdo publicado e ajudam a indexar esse material nas primeiras páginas do índice dos buscadores.

    Leia aqui nosso artigo completo sobre Otimização de Sites

  3. Produção de conteúdo

    Não é exagero dizer que a criação de conteúdo é uma das partes mais essenciais no MPI. Sem a criação e publicação de artigos de qualidade, é bem difícil os sites serem ranqueados pelas ferramentas de pesquisa.

    Desse modo, podemos dizer que o conteúdo é o organismo responsável por manter um site funcionando e, o principal, alcançando ótimas posições nas buscas.

    Textos bem elaborados, simples e de qualidade, que seguem as regras de engajamento, atraem e convencem novos clientes. Com bom planejamento, pode-se utilizar tanto para fidelizar consumidores, quanto para atrair aqueles que procuram o serviço ou produto oferecidos por você.

    Leia aqui nosso artigo completo sobre Produção de conteúdo

  4. Integração com mídias sociais

    Segundo estudos realizados em 2017 pela Agência We Are Social, cerca de 130 milhões de brasileiros utilizam as redes sociais, ou seja, 57% da população. Tendo em vista esses números, é praticamente impossível ignorar a importância de uma integração entre a sua empresa e as mídias sociais.

    Os grandiosos números de acessos fazem com que redes como o Facebook, Twitter e Instagram sejam ótimos canais de comunicação com o público consumidor, já que oferecem, também, uma maneira prática e rápida de manter contato a partir da postagem de links, que direcionam os consumidores.

    Além disso, essas mídias são ótimas impulsionadoras de tráfego, pois podem levar o consumidor da rede social até o site da empresa com apenas um clique. Essa estratégia aumenta consideravelmente o número de visitas e é mais um motivo para a elaboração de conteúdos de qualidade que visem o engajamento com o público.

    Leia aqui nosso artigo completo sobre Integração com mídias sociais

  5. Monitoramento e análises de resultados

    Após todo o trabalho com a otimização do site, é importante realizar o monitoramento para checar a performance do projeto. Para isso, existem ferramentas diversas, que podem oferecer recursos mais limitados ou também resultados mais específicos.

    Conforme o interesse das empresas, as ferramentas podem mensurar diversos dados, desde o número de visitas e de palavras-chave ranqueadas na primeira página de pesquisa, até a quantidade de links compartilhados do site em questão.

    É também a partir desse estudo que o profissional responsável pelo acompanhamento do site irá saber quando um reforço no conteúdo ou a manutenção técnica das páginas será necessária.

    Todos esses passos são essenciais e, por isso, sempre devem ser realizados com muita atenção. É essencial que a empresa responsável por este serviço domine todas as estratégias desse universo e conte com uma equipe de profissionais técnicos que exerçam suas atividades de forma séria e competente. Assim, o seu trabalho em conjunto com o cliente obterá excelentes resultados e a aplicação do Marketing de Posicionamento para Internet será, de fato, um excelente investimento.

    Leia aqui nosso artigo completo sobre Monitoramento e análises de resultados

Como funciona: aplicando o MPI em um site

O Marketing de Posicionamento para Internet se tornou o melhor método para aumentar a visibilidade de uma empresa. Isso porque, hoje em dia, as principais pesquisas de variados segmentos são realizadas pela internet, em buscadores como o Google. Essa técnica conta com diversas estratégias que devem ser estudadas e trabalhadas pelos especialistas dessa área. Contudo, para que o sucesso do seu negócio se torne uma realidade, é necessário que uma série de etapas sejam realizadas. Confira!

Briefing: conhecendo o cliente

Em todas as áreas do marketing, é fundamental termos conhecimento sobre o cliente. Com o Marketing de Posicionamento para Internet não é diferente: se não sabemos quais são as pretensões do consumidor com o projeto oferecido, poucas são as chances de os resultados serem satisfatórios.

Contudo, não são todas as informações que são relevantes para o trabalho. Por essa razão é enviado o chamado briefing, um modelo de questionário que irá auxiliar os profissionais responsáveis pela atividade em seu site e fazer com que as páginas sejam publicadas mais rápidas e com muito mais qualidade.

Responder qual o segmento da sua empresa, os produtos e/ou serviços oferecidos e quais os públicos que você pretende atingir com a campanha são pontos essenciais.

Além disso, no questionário do briefing, muitas vezes são pedidas opiniões a respeito do design do site e qual a linguagem certa para ser empregada nos textos que serão publicados posteriormente. Desse modo, as respostas dada pelo cliente irão guiar os técnicos a fim de proporcionar uma conclusão de projeto excelente para ambas as partes.

Estudo de palavras chave

As palavras chave, também chamadas de keywords, possuem extrema importância no mundo do MPI. É por meio delas que usuários e possíveis clientes poderão entrar em contato com a sua empresa pela primeira vez, quando realizarem uma pesquisa em qualquer buscador da internet.

Quando fazemos uma pesquisa em algum site de busca, como o Google, digitamos as nossas ideias principais de forma direta, a fim de receber os resultados mais relevantes daquilo que esperamos. É dessa ideia que o conceito de palavra chave surge. E, por isso, elas devem transmitir, de forma sucinta, não só o trabalho prestado por sua companhia, mas também as suas regiões de atuação.

Como é feito esse estudo?

Antes de escolher as melhores palavras-chave para o seu site, é preciso fazer uma lista com palavras que tenham alguma ligação com o seu negócio.

Depois dessa triagem inicial, é interessante contar com o auxílio de uma ferramenta. A mais conhecida é a Google Keywords Planners. Nela, é possível ter acesso a outros termos que estejam relacionados com as palavras que você procura ranquear, qual o volume de buscas dessas palavras no Google e o custo por cada clique.

Dessa maneira, podemos identificar as head keywords, ou seja, as palavras que possuem o maior volume de procura. Após isso, aquela lista inicial criada no início do projeto irá diminuir bastante e as demais palavras chaves, que forem realmente relevantes, serão encaixadas no projeto para a criação de conteúdo posteriormente.

Coletagem de materiais para o site: textos e imagens

A produção de texto é essencial para qualquer projeto de MPI. Entretanto, é preciso estar atento: um site com muito conteúdo e sem qualquer interação com o público, além de ser massante, também pode ser um ponto negativo para o ranqueamento no Google.

Por isso, não basta apenas ter uma equipe para criar os artigos do seu site. A sua colaboração ao enviar as imagens que casem perfeitamente com o assunto das publicações é extremamente importante. Assim, há garantia maior que o seu site será posicionado no período estipulado.

Além disso, também é importante dizer que a sua contribuição pode gerar informações que, além de interessantes, também possam ajudar a alavancar o seu posicionamento! Não só isso: os redatores terão uma base mais sólida para realizarem o trabalho de maneira satisfatória e precisa. Dessa forma, os artigos a serem publicados trarão maior conhecimento e serão tratados com mais seriedade.

Lembre-se sempre que imagens captam a atenção das pessoas. Embora possamos encontrar fotos de excelente qualidade em sites próprios para isso, aquelas que são disponibilizadas por você também podem ser utilizadas! Na verdade, sua presença traz mais credibilidade para os seus possíveis clientes, que terão um vislumbre de seu trabalho. Tenha sempre em mente, todavia, que elas não podem ser borradas ou pequenas demais! Isso pode prejudicar a estética do seu website.

Produção de artigos relacionados a produtos e/ou serviços

É muito comum que as pessoas necessitem de um serviço e, mesmo assim, não saibam, exatamente, qual é função exata do que procuram. Essa situação também acontece com produtos dos mais variados segmentos. Diante disso, é interessante disponibilizar textos relacionados ao universo da sua empresa, de forma a se mostrar acessível ao seu cliente.

Esse ato, além de chamar a atenção, também ajuda no posicionamento do seu site. Portanto, a produção desses artigos deve ser realizada por profissionais que saibam lidar com diversos assuntos e tratá-los de uma forma mais simples, redigindo-os com uma linguagem mais acessível. Embora você, especialista, entenda termos técnicos e até mesmo normas regulamentadoras, alguém mais leigo prefere ler algo mais descomplicado e explicativo.

Todos os conteúdos presentes nas páginas de seu site interferem no seu posicionamento. Por isso, os textos devem ser redigidos com base nas palavras chaves que foram escolhidas anteriormente no projeto. Não se esqueça de que, para a sua exatidão e sucesso ser maior, é necessário que o briefing de conteúdo nos forneça os dados corretos e que eles sejam o mais específico possível.

Desenvolvimento do site otimizado

O layout - isto é, a face do seu site - influencia muito na maneira com que o público se comportará com a sua marca. Explicamos: uma página na internet que não possui organização, um design limpo e prático e conteúdo de qualidade, mas também de simples entendimento, não consegue chamar a atenção do visitante. E o tempo de visita em seu site conta, e muito, para o sucesso do MPI.

Portanto, faz parte do marketing de posicionamento oferecer a você uma revitalização geral em seu website através de uma série de estratégias pensadas tanto no consumidor que irá acessá-lo, quanto nos robôs do Google, que determinam quais links devem aparecer na primeira página do buscador.

Dessa forma, a mudança do design, com técnicas que facilitem a navegação do visitante, assim como a criação do conteúdo utilizando os métodos de SEO, estão integradas no pacote fechado, a fim de garantir o êxito do projeto.

Testes de navegação e validações

Quando você acessa um site pelo seu computador ou notebook, ele está configurado para aparecer de uma forma mais ampla. Todavia, quando você entra nesse mesmo site por outro aparelho eletrônico que possua a tela menor, como um smartphone, o visual muda: agora, as informações contidas nele são apresentadas de uma maneira mais compacta. Esse fator é chamado de responsividade e é extremamente importante na criação de um website.

Para que o layout do seu site agrade a todos os seus visitantes, é necessário que ele mostre todas as suas característica de maneira organizada e clean. Isso deve acontecer em qualquer que seja o tipo de aparelho utilizado para realizar esse acesso, seja ele um desktop, um tablet ou um celular. Também pode haver diferenças na visualização do sistema Android, por exemplo, para o iOS. Por esse motivo, diversos testes de navegação e validações devem ser feitos antes da sua publicação.

Todo o código fonte do HTML e CSS - mecanismos que adicionam estilo a um documento web e são responsáveis pelas cores, fontes, espaçamentos e tantas outras particularidades de uma página online - é realizada de acordo com as recomendações internacionais do World Wide Web Consortium (W3C), a principal organização atual referente à criação de sites.

Publicação e indexação do site

Para que o seu site apareça nos buscadores de pesquisa, é preciso realizar a sua indexação, ou seja, dar à eles todas as informações necessárias a respeito das suas páginas. Embora esse processo aconteça naturalmente, ele pode demorar muito tempo. O trabalho do MPI visa promover resultados rápidos e eficientes. Sendo assim, é interessante acelerar esse processo por meio de diversas técnicas.

Percebe-se, então, que a indexação nada mais é do que uma forma de incluir o seu site na lista de pesquisa que aparece para usuários do Google e do Bing, por exemplo. Por esse motivo, quando o projeto for finalizado e o seu website finalmente for publicado, os profissionais dessa área irão efetuar uma série de práticas que pretendem alavancar o posicionamento das suas páginas.

Esse trabalho de indexação depende muito dos códigos utilizados na criação de seu site e, por isso, eles devem ser perfeitos. Caso eles possuam algum problema ou falha, o website não atuará da maneira esperada, o que pode causar certo desapontamento e estresse. Portanto, é extremamente importante realizar os testes que foram citados anteriormente para, assim, todo o procedimento acontecer da maneira mais simples e eficiente possível.

Monitoramento do posicionamento de palavras chave

Todos os artigos que serão publicados no site possuem influência muito grande no seu posicionamento e, por esse motivo, devem ser criados com muita atenção e cuidado. O conteúdo deve ser muito bem trabalhado com base nas técnicas SEO e o texto deve ser completo, contendo informações importantes tanto para o cliente - especificações sobre os produtos e serviços oferecidos e principais formas de contato, por exemplo -, quanto para a própria empresa, que pode abrir um espaço para contar a sua história e se criar um vínculo com os seus visitantes.

Para garantir o sucesso dos acessos do seu website, é preciso monitorar de forma muito minuciosa a sua posição em diversos buscadores da internet, sendo que o principal deles é o Google. Atualizações periódicas são extremamente necessárias para que ele sempre fique na primeira página de pesquisa e, sendo assim, esse é um trabalho constante.

Além disso, é essa manutenção que aponta se as páginas precisam de conteúdos de reforço para poderem obter um posicionamento melhor. Sendo assim, o acompanhamento de todas as fases deve ser feito com muito cuidado e atenção.

Manutenção: por que deve ser feita?

A criação e publicação do seu projeto é extensa e pode demorar para ser finalizada, já que depende do trabalho de diversas áreas, setores e profissionais. Contudo, ele não acaba logo após o seu lançamento; ele é um procedimento contínuo, que necessita de manutenções e deve ser acompanhado de perto. Conheça os três principais serviços referentes à essa etapa:

  • Manutenção técnica: códigos HTML estão em constante mudanças e isso pode afetar o visual do seu site, assim como também pode influenciar em todo o seu CSS. Por esse motivo, a equipe responsável pelo seu projeto deve sempre estar preparada para lidar com esses pequenos imprevistos, de forma a garantir a beleza e organização das suas páginas;
  • Manutenção de conteúdo: após a publicação e indexação do seu site, é necessário aguardar por um tempo para vermos como ele irá se posicionar. Caso o resultado não seja tão bom quanto o esperado, não precisa se preocupar! A publicação de conteúdos de reforço será realizada para alavancar o seu posicionamento;
  • Acompanhamento de desempenho: atualizado periodicamente, relatórios relacionados a performance do seu site serão gerados e enviados para você. Dessa forma, caso você não se sinta satisfeito com algum fator, poderá apontá-lo facilmente para que ele seja melhorado!

Com todas essas informações, podemos perceber que a manutenção do seu site, seja ela qual for, é essencial para garantir o seu sucesso. Por isso, exija sempre todas essas etapas e acompanhe de perto todo o procedimento relacionado sua à criação, publicação e desempenho. O seu engajamento também influencia nos resultados finais!

Artigos relacionados

Como o MPI pode ajudar seu site a competir no ranking do Google

Como o MPI pode ajudar seu site a competir no ranking do Google

Como o MPI pode ajudar seu site a competir no ranking do Google ...

Por que investir em MPI Conheça 7 motivos para começar hoje mesmo

Por que investir em MPI Conheça 7 motivos para começar hoje mesmo

Por que investir em MPI Conheça 7 motivos para começar hoje mesmo ...

Os planos oferecidos pela Prime Web

Os planos oferecidos pela Prime Web

Os planos oferecidos pela Prime Web ...