Atendimento
(11) 2359-0684

Suporte
(11) 2368-0710

Ícone do Menu
O papel da otimização de sites (SEO) no Marketing de Posicionamento na Internet

Conjunto de estratégias e técnicas de Marketing Digital que tem o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados orgânicos, o Search Engine Optimization (SEO) é o segundo pilar indispensável do Marketing de Posicionamento na Internet (MPI).

Técnica amplamente utilizadas por empresas de variados portes, o SEO é essencial para o aumento da visibilidade de um website em buscas orgânicas, pois é esta estratégia que faz com que sites estejam ao alcance de mais pessoas, gerando mais visitas e, por consequência, aumentando o tráfego natural (orgânico).

Mas espera aí, você sabe qual a diferença entre o Marketing de Posicionamento na Internet e o SEO e qual o papel que uma desempennha positivamente sobre a outra? Se a sua resposta for “não”, continue acompanhando este artigo!

SEO X MPI

De forma resumida, o SEO é um conjunto de técnicas que tem como intuito melhorar a visibilidade de seu site pelo mecanismo do Google e assim, possivelmente, posicioná-lo na primeira página do buscador. Entre as principais ações trabalhadas por Agências de Marketing Digital, podem ser citados o uso de palavras-chaves, de imagens relevantes, além de questões mais técnicas, como ajustes no código fonte do site.

Por sua vez, o MPI já se trata de uma estratégia mais ampla que engloba diversas técnicas de marketing digital incluindo o SEO. Isto por que, o Marketing de Posicionamento na Internet objetiva posicionar um site na primeira página do Google de buscas orgânicas utilizando em básico 5 estratégias: criação de website, SEO, marketing de conteúdo, social mídia e web analytics.

Google Bot: conheça o robô do Google

Agora que compreendemos a diferença entre as duas principais estratégias usadas em empresas de Marketing Digital como a Prime Web, é preciso entender a tecnologia assertiva da maior plataforma de pesquisas no mundo.

Em primeiro lugar, saiba que o Google divide o seu conteúdo em dois grupos: resultados orgânicos (englobados pela técnica de MPI) e os Adwords, que nada mais são que os links pagos.

Os robôs do Google, ou Google Bots, funcionam como rastreadores de conteúdo. Ou seja, esta tecnologia inteligente entra em cada link presente no buscador, lê o conteúdo e os separa e organiza de forma que o usuário ao procurar por um termo especifico terá mais facilidade de encontrar respostas.

Desta forma, feita esta primeira etapa de organização, os robôs Google apresentam em sua primeira página os sites mais relevantes, levando em conta critérios como conteúdos completos e de valor, velocidade de carregamento, segurança do link, usabilidade, arquitetura do site, palavras-chaves, entre muitos outros quesitos.