Atendimento
(11) 2359-0684

Suporte
(11) 2368-0710

Ícone do Menu
Punições do Google: entendendo as verdadeiras razões

Com a grande explosão de sites em toda a internet, o Google tornou-se um meio competitivo: os métodos de rankeamento viraram ponto fundamental para estuda, que visa sempre encontrar meios para fazer com que um determinado site tenha uma posição mais vantajosa na pesquisa pelo Google.

Entretanto, o Google, que também está sempre antenado às técnicas de SEO, como as de keywords e também de linkbuilding, estabeleceu regras para o rankemanto dos sites em seus domínios. Os sites que não cumprem essas regras, são punidos (ou penalizados).

Talvez o maior medo de quem tem um site sejam, exatamente, essas punições aplicadas pelo Google. Todavia, é necessário analisar alguns pontos para não se desesperar antes da hora e saber se o seu site foi punido de fato ou se é apenas uma instabilidade natural no rankeamento do mesmo.

Como saber se o meu site foi punido?

Antes de mais nada: o seu site possui menos de 6 meses? Se sim, talvez ele não tenha sido punido, mas só afetado por essas instabilidades naturais que acometem domínios novos. É normal que o rankeamento de um site novo caia, já que é difícil competir com domínios que já tenham uma avaliação posterior e mais forte do Google em relação a uma determinada keyword. Por essa razão, não é preciso se desesperar nesses casos!

Por outro lado, se o domínio do seu site já for mais antigo e o seu rankeamento, junto com seus acessos, caíram repentinamente, também não é sinal de que o seu site realmente foi punido. Podem existir alguns erros bem comuns em alguns sites que fazem com que a passagem do Googleboots seja bloqueada. Isso faz com que a ferramenta não funcione corretamente, o que implica em uma queda nos acessos repentinos. Nesse caso, se houver algum erro em seu site, corrija-o o mais rápido possível porque, na próxima vez que o Googleboots analisar a lista de sites, ele detectará a resolução do problema e voltará a rankear normalmente.

O seu site foi punido de verdade?

Se você já descartou todas as vertentes acima e ainda não localizou um erro que possa ter feito o seu rankeamento cair, então talvez, de fato, você tenha sido penalizado pelo Google. A partir desse momento, você precisará estudar o seu site com calma, junto com o guia de Diretrizes de Qualidade, em busca de alguma quebra de regra que tenha implicado na punição imposta pelo Google ao seu site.

O que leva o Google a punir um site?

Como dito anteriormente, o Google possui algumas regras e métodos para o rankeamento, que possibilitam que um site apareça nas primeiras páginas de pesquisa. Sabendo disso, muitas pessoas tentam burlar essas regras, visando um rankeamento mais alto, de maneira mais rápida. Se o Google identificar essa “trapaça”, então, o site poderá ser penalizado.

Algumas dessas trapaças são chamadas de “Black Hat”: o ato de utilizar um número excessivo de palavras chaves (keywords) em uma mesma página, o ato de acrescentar linkbuildings de sites duvidosos em seu próprio site ou até que esse site duvidoso faça linkagem para o seu site, entre outras técnicas que visam burlar as técnicas e regras do Google, fazem com que um site se torne uma possível “vítima” das punições do Google.

Quais são as punições impostas pelo Google?

Até onde se sabe, o Google trabalha com dois tipos de punições: a punição algorítmica e a punição manual. A diferença entre elas é bem sutil e precisa ser muito bem analisada antes de se tomar qualquer decisão.

A punição algorítmica, como o próprio nome diz, são punições realizadas através dos algorítmicos do Google (ferramentas que possuem a função de analisar várias características de um determinado site). Alguns dos algorítmicos mais conhecidos atualmente são:

  • Panda: que visa trazer mais resultados de qualidade e rebaixar sites que abusam das técnicas do Black Hat, por exemplo);
  • Penguin: que atua, principalmente, em cima do SPAM e coisas em geral;
  • Top Heavey: que reduz alguns sites que extrapolam a quantidade de anúncios.

As punições algorítmicas são muito sutis, tanto é que, nesses casos, o Google nem envia um aviso para o Search Console do site. Por essa razão, em caso de punição algorítmica, é necessário ter cautela e analisar o site de cabo a rabo.

Já as punições manuais são mais pontuais e possuem como objetivo principal limpar o SPAM de um site, identificar negativas falsas e também treinar algoritmos, colaborar com a educação de SEO e Webmasters. Diferente da punição algorítmica, a punição manual tende a ser mais fácil de ser identificada, já que o próprio Google irá mandar um aviso para o Search Consolo do site.

Tenho certeza de que meu site foi penalizado. E agora, o que fazer?

Antes de mais nada, para acalmar os ânimos, é necessário dizer que NÃO existem punições definitivas aplicadas pelo Google. Ou seja, todas as punições podem ser revertidas. Talvez não seja tão simples, mas sim, o seu site pode voltar a aparecer em um bom posicionamento de rankeamento.

O que você precisa fazer é excluir todas as possibilidades de falsas punições. Feito isso e concluído de que seu site realmente foi punido, então você precisará ler com toda a atenção possível as Diretrizes de Qualidade impostas pelo Google. Após isso, você terá que fazer uma varredura completa e atenta em seu site, consertando qualquer ponto que fuja das regras impostas pelo Google.

Após isso, você poderá encaminhar um pedido de reconsideração ao Google. Mas fique atento: não faça esse pedido se você não corrigiu os problemas em seu site! O Google não é burro; se ele encontrou uma problemática antes, com certeza ele irá encontrar novamente.